Matheus Vianna

Matheus Vianna reúne trabalhos com cinema, publicidade, marketing político e videoclipes. Em 11 anos de atividade realizou 12 curtas, 01 longa, dezenas de comerciais para tv e participou como diretor de cena de 03 campanhas presidenciais (Venezuela, Brasil e Argentina).

Ainda como estudante, conquistou o prêmio de Melhor Produção Baiana na 34° Jornada de Cinema da Bahia com o curta “O Flautista”. Em 2010, participou do Los Angeles Brazilian Film Festival com os filmes “Pares” e “Berço Esplêndido”, tendo Fernando Meireles como presidente do júri. Em 2011 realizou “O Tricolor Voltou”, seu longa metragem de estreia, que alcançou a marca de 30 mil DVDs vendidos.

Além dos premiados trabalhos autorais, a publicidade e o marketing político vem sendo campo de aprendizado constante. No case, estão clientes como Governo da Bahia e Governo de Angola, além das campanhas vitoriosas de Fernando Haddad em São Paulo, Hugo Chávez na Venezuela e Dilma Rousseff no Brasil.

Em 2015 ganhou o prêmio de Best Short no Los Angeles Brazilian Film Festival com o filme "Alegoria da Dor". Atualmente, se dedica ao desenvolvimento do roteiro de “O Mar que Mora em Mim”, seu primeiro longa de ficção, que tem Sérgio Machado e Aleksei Abib como consultores.